Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / CRÔNICAS DA LOU

FAÇAMOS UM FELIZ NATAL!
publicado em: 25/09/2015 por: Netty Macedo

Que o espírito de Natal tome conta de nossos sentimentos, para que eles levem ternura a todos que fazem parte da nossa vida! E a nossa vida não se limita somente a parentes e amigos. Somos partes de um todo.

Fui criada com cinco irmãos numa família que valorizava a união e o amor.
Pra nós, o sucesso era ter saúde, liberdade pra crescer, acreditando em nosso potencial, nas pessoas. Vencer na vida era conseguir, pelo próprio esforço, superar as dificuldades.

Nossos pais eram presentes, mas não prepotentes, nem facilitadores. Eram amigos e conselheiros.

Vivenciar um Feliz Natal era festejar com nossos familiares, ouvindo músicas natalinas durante a ceia de Natal. Depois, fazíamos uma grande roda pra cantar e dançar o Jingle Bells.

Cada um ganhava um presente. Lembro da minha emoção, aos 5 anos, quando ganhei uma fantasia de bailarina, confeccionada por minha mãe. Vesti naquela hora a fantasia e me senti uma bailarina de verdade.

Não acredito mais em Papai Noel! Mas acredito que se possa lembrar a velha sabedoria de que felicidade não está nas coisas, nos sucessos sociais, nem financeiros. 
A felicidade está dentro de nós! Ela é conquistada quando as pessoas se libertam da ansiedade de agradar aos outros pela beleza, pela juventude, pelo poder aquisitivo, poder político e outros poderes, muitas vezes, obtidos por meio de chantagens sentimentais, subornos, etc.

Abrem mão de suas verdadeiras personalidades pra se tornarem aquilo que se padronizou como importante, para serem aceitas por esta sociedade consumista e a cada dia mais violenta e infeliz.

Homens e mulheres sobrevivem trajados de bem-sucedidos, com sorrisos encapados ou clareados em dentistas, ostentando suas jóias e desfilando em carrões importados, sempre do ano, mas apavoradas com seqüestros.

Muitos jovens não almejam curar vidas, construir pontes, defender causas, ser bons profissionais no campo de suas vocações. Eles buscam o caminho mais fácil e rápido de ficar rico.

De certa forma eles acreditam num Papai Noel facilitador... acreditam que seus dotes físicos podem conquistar uma capa de revista, título de celebridade, faturar um rico casamento.

A grande maioria quebra a cara e perde tempo. Depois, sente-se inferiorizada com a sorte de seus amigos que trilharam o caminho da luta pessoal e venceram, construindo um lar, uma vida profissional satisfatória.

A figura de Papai Noel, aquele velhinho de barba branca, simbolizava a bondade, as mãos que doavam muito mais do que presentes às crianças. Elas transmitiam ternura, um sonho. E também havia aquelas que sentiam temor, por terem feito má-criação... Ingênuas, esperavam a Noite de Natal pra ganhar um presente na árvore. Quanta alegria ao abrir o embrulho!

As crianças deixaram de sonhar com Papai Noel, e hoje, ambicionam e exigem de seus pais e parentes não um presente, mas muitos presentes que sinalizem status entre seus amiguinhos concorrentes. Abrem um e já estão ávidos pra abrir outros e mais outros. Quanta insatisfação quando acabam os embrulhos! Elas perderam o limite.

 A mídia, o comércio, a competição expulsaram o Menino Jesus do dia de Natal e levaram junto o contentamento das crianças que ficavam felizes com um presente mais simples.

Sonho com o espírito de confraternização dos homens neste mundo desumanizado. Que cada um de nós valorize e agradeça o milagre da Vida, e que este milagre não seja impedido de se perpetuar por culpa da cobiça que vem destruindo tudo que a natureza nos ofereceu.

Costuma-se culpar a sociedade por todos os males da humanidade. Mas somos nós que formamos a sociedade! Por isto, tenho esperança de que esta minha mensagem de Natal, totalmente fora dos padrões, possa ajudar a mudar a sociedade.

Minha mensagem de Natal não é uma utopia. É uma convocação. 
Se cada um assimilar esse sentimento e transmiti-lo aos mais próximos, e eles aos seus núcleos, este recado correrá o mundo.

Somos da era da Internet. Em segundos as comunicações se fazem, formando uma rede de energia positiva pra construção de um mundo melhor!

Aí, sim, poderemos acreditar num Natal mais Feliz e num Ano Novo, realmente novo, porque nós os transformamos.
Beijos a todos que se encontrem em qualquer lugar deste planeta onde esta nossa rede possa alcançar.

Autor(a): Lou Micaldas

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA