Logomarca Velhos Amigos
LITERATURA / CRÔNICAS

ENVELHECER É UMA ESCOLHA
publicado em: 19/06/2019 por: Lou Micaldas

A gente decide envelhecer. Por fora, ninguém tem escolha. O tempo é uma grandeza física. Rei e senhor. Ninguém está imune às rugas, à osteoporose, à artrite, à perda de visão, ao cansaço… Mas por dentro, a alma pode fazer botox todo dia, renascer das cinzas, exercitar-se na academia da vida.

Observar os mais jovens e tentar entender o que estão dizendo é um bom treino. Veja, escute, pesquise. Mesmo que os assuntos deles não se encaixem no seu estilo, nos seus hábitos, é bom ser capaz de se meter na conversa deles, falar a língua deles, aprender a discutir no mesmo nível. O jeito que eles te olham quando se sentem compreendidos é um gel rejuvenescedor.

Cultura é uma coisa que nunca fica velha. Todos os dias surgem novas músicas, novos filmes, novos livros, novas artes. Consumir cultura nova é ser capaz de reconhecer aquilo que passa na rua, no comercial da TV, no intervalo entre as certezas e as críticas.

Envelheceu o homem que não quis gostar de rock quando nos anos 50 e 60 ele agitou as baladas românticas. Envelheceu quem não conseguiu dançar (mesmo quando ninguém estava olhando) com alguma música pop sem conteúdo. Envelheceu quem não conseguiu entender que a música eletrônica já mudou o mundo.

Envelheceu quem se sentiu tão perdido nos novos filmes de ação e preferiu assistir aos filmes mais lentos, mais dramáticos, mais profundos. Envelheceu quem não gosta de internet, não quer saber e tem raiva de quem sabe. Envelheceu quem não riu com algum meme no whatsapp. Porque era muito esquisito.

Não tem nada mais fora de moda que aquela opinião formada sobre tudo. As lições que a experiência nos dá nunca devem ser jogadas fora. Mas estar pronto para expor o que pensamos diante de oportunidades de aprendizados é muito rabugento.

Não tenha medo de mudar. Não tenha medo de perder. Nem de tentar coisas novas. Viemos nus ao mundo e só temos que agradecer todos os dias por estarmos vivos. O momento que decidimos envelhecer é quando começamos a morrer de fato.

Autor(a): Priscilla Sena
Colaborador(a): Neide Fonseca

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA