Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / DATAS ESPECIAIS

DIA MUNDIAL DO ROCK
publicado em: 12/07/2019 por: Lou Micaldas

No dia 13 de julho é celebrado o Dia do Rock. Mas você sabe o porquê dessa data ter sido a escolhida?

Em novembro de 1984, o músico irlandês Bob Geldof assistia a uma reportagem da BBC sobre a fome da Etiópia. Bob decidiu que não podia ficar parado diante de tamanha miséria, e procurou alguns amigos (Midge Ure, Bono Vox, The Edge, Boy George e Paul McCartney. Do encontro nasceu a música “Do They Know It’s Christmas?”.

No mesmo ano, antes do Natal, a canção foi gravada por um grupo criado por Bob e batizado de ‘Band Aid’, com músicos de grande competência na música pop e rock britânico, tendo se tornado o single mais vendido da história do Reino Unido.

A arrecadação foi grande, mas não deixou Bob Geldof satisfeito. Bob então criou e organizou o Festival ‘Live Aid’, onde tocou com os ‘Rats’ em um corncerto de caridade. O resultado foi uma volume majestoso de dinheiro, que permitiu a Bob Geldof viajar pelo mundo e expor sua luta contra a fome e miséria na Etiópia.

Bob também ficou conhecido por organizar o ‘Live 8′, uma série de shows simultâneos nos países do G8. O evento, que contou com mais de mil músicos e foi transmitido por mais de 150 canais de TV e cerca de 1500 emissoras de rádio, chamou a atenção das autoridades para que fossem perdoada a dívida externa dos países pobres, principalmente das nações africanas.

O primeiro Live Aid aconteceu no dia 13 de julho de 1985, tornando-se desde então o Dia Mundial do Rock. O rock and roll, este estilo tão forte, tão presente e ao mesmo tempo tão denegrido por uma série de fatores é sem dúvida um dos expoentes musicais mais importantes da música.
Recheado de sub-estilos, o gênero mantém milhares de fãs por todo o mundo. O Woodstock ficou conhecido como o maior e melhor festival de rock de toda a história, tendo influênciado dezenas de músicos que hoje são mais conhecidos que moeda de 1 Real.

O ponto positivo do rock é que dificilmente você verá uma briga nos eventos do gênero. O motivo talvez seja o fato de que o rock n’ roll exige fidelidade. E é essa fidelidade que faz com que os fãs se reúnam e se divirtam juntos, sem encrencas. É claro que existem exceções, infelizmente, como em qualquer outro segmento artístico-cultural.

Enfim, o rock and roll faz parte do cotiano das pessoas. É peça fundamental na vida e na história da música mundial. E é, sem dúvida alguma, o gênero musical que permite que o compositor diga tudo – exatamente tudo, o que está pensando. Sinônimo de rebeldia, do não-conformismo, de questionamento e de atitude. A liberdade de expressão que o rock and roll traz é fundamental para o sucesso do gênero.

As cabeças mais pensantes usam a música pra dizer tudo o que pensam e mostrar seu ponto de vista. E o rock quase sempre é a saída perfeita para que o recado seja dado com grande impacto. Por isso, celebremos. Celebremos o rock and roll, em todas suas vertentes, desde o blues dos negros nas igrejas dos EUA, até a explosão de Elvis Presley que causou furor e controvérsias.

Desde o piano de Little Richards até os metais de Haggard. Celebremos o Rock, a música. Mas acima de tudo, celebremos a vida. Com muito rock n’ roll, com muito amor. E de preferência, sem drogas e violência. Rock é paz.

Você sabia que o Dia Mundial do Rock é comemorado somente no Brasil?

Apesar de se chamar “Dia Mundial do Rock”, a data só é comemorada no Brasil. Ela começou a ser celebrada em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao rock – 89 FM e 97 FM – começaram a mencionar a data em sua programação. A celebração foi amplamente aceita pelos ouvintes e, em poucos anos, passou a ser popular em todo o país. Entretanto, essa data é completamente ignorada em todo o resto do mundo.

Outros países e localidades não têm uma data específica para celebrar esse estilo musical ou têm outras datas. Nos EUA, poucas pessoas comemoram a data no dia 9 de julho, em homenagem ao programa “American Bandstand, de Dick Clark, que estreou nessa data. O programa ajudou a popularizar o rock and roll nos EUA.

Por ser uma data definida arbitrariamente e sem respaldo em outros países, especialistas em música contestam essa escolha. Eles sugerem outras datas que seriam mais significativas para a história do rock e que, portanto, mereceriam ser o verdadeiro Dia do Rock. Entre elas, estão o dia 5 de julho, quando, em 1954, Elvis Presley gravou uma versão mais rápida do blues That’s All Right e 9 de fevereiro, quando, em 1964, a banda The Beatles se apresentou pela primeira vez nos EUA.
(Por André Nadler, via http://www.oimparcial.com.br/_conteudo/2015/07/impar/177267-dia-mundial-do-rock-descubra-a-origem-do-dia-13-de-julho.html)

Fonte: https://dialogospoliticos.wordpress.com/2015/07/13/dia-mundial-do-rock-descubra-a-origem-do-dia-13-de-julho/

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA