Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / DATAS ESPECIAIS

M AIS QUE UM MUNDO, ÉS UM UNIVERSO,
U M MAR, UM ROCHEDO, UM DESERTO,
L AVA DE VULCÃO, SEARA DE LAVRADOR...
H EROÍNA RETRATADA NESTE SIMPLES VERSO
E SFINGE DOURADA, ÉS UM LIVRO ABERTO
R EFÚGIO SAGRADO DE SUBLIME AMOR!
(Firmina Ferraz Garcia)

Missão de vir a Terra como um ser imprescindível e insubstituível para a procriação da humanidade.
Sua presença é precípua para a criação da prole, pois só a mulher tem a capacidade de amar seus filhos de uma forma absoluta e intransferível.

A união entremeada com garra e ousadia, fez com que as mulheres conquistassem seus direitos por muito tempo negados, levando-as a exercerem qualquer função com perfeição e competência. Outro fato marcante nas mulheres é a coragem e a predisposição a labutar para criar e sustentar seus filhos, independente da ajuda dos homens.

A mulher é tão importante que tem um dia internacional dedicado a ela, não foi por acaso... foi depois de muito caso, que as mulheres deixaram a subserviência  e foram a luta, abrindo espaços, tanto profissionalmente como também na igualdade de condições.

Honras para todas as mulheres e aplausos, não só pelo DIA INTERNACIONAL DA MULHER, como todos os dias, pois elas se engajam diariamente na luta pela abertura de novas mudanças para conquistar  um maior espaço na sociedade.

É fundamental a presenças de mulheres em volta dos homens, sejam tias, amigas, filhas, avós, netas, irmãs, cunhadas, primas, cada um delas representa o afeto, a meiguice, o companheirismo, a solidariedade, a humildade, o abraço na hora da dor, trazendo ESPERANÇA para a VIDA.

Mulheres! Fica registrada em forma de coração toda a admiração e reverência pelo avanço feminino, pela contribuição, participação e destaque nas diversas áreas de trabalho.

A versatilidade é o nosso instrumento mais poderoso e invejado (pelos homens), conseguimos conciliar  várias funções: mães, amantes, donas de casa, profissionais, porque somos e acima de tudo mulheres. 

Com carinho, Eva
Parabéns, pelo merecido dia!

Autor(a): Eva Correia

 

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA