Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / DE AMIGOS PARA

ETERNIDADE
publicado em: 27/10/2017 por: Lou Micaldas

Quero libertar-me dos elos que me prendem a
 este mundo inferior,
 deixar a alma voar serena
 de volta às mãos do Criador...

Misturar-me à fonte de origem, perder-me na Natureza, enfim, ser como a chuva fina que cai ou a nuvem que passa ligeira, sorrir no brilho do sol, iluminar com o raio de lua, introduzir-me no âmago das coisas, ser de tudo a essência, o princípio e o fim!

Voar o voo do pássaro liberto, correr como a aragem sobre as relvas sem fim, ser o verde da esperança, o azul do amor, o branco da paz, o som das ondas que acariciam as areias na orla do mar, quero ser som e luz, amor e liberdade...
Deixar a mentira desta vida e conhecer a vida de verdade; quero ser eu mesma, na fonte de origem, energia, vibração do Cosmos, ETERNIDADE!

Foi publicado o que escrevi na época:
Prezada Ana Maria:
Li a publicação sobre “Silêncio que Liberta” e, comparando-me aos pássaros nas gaiolas, senti que minh’alma também, de alguma forma, presa a este corpo que me foi emprestado por Deus, anseia libertar-se e voltar às origens. De alguma forma, todos nós somos prisioneiros de nós mesmos, de tudo que fazemos ou deixamos de fazer e, morremos cada vez um pouquinho, nascendo para a verdadeira vida, à medida que vamos nos conhecendo e encontrando a nossa verdade, por isso resolvi escrever o que vem de dentro do meu coração e, se for publicável, que assim seja feito. De qualquer maneira, obrigada pele oportunidade de alguém ler o que escrevo, ainda que seja apenas você ou ainda que sejam todos ou alguns leitores do Jornal Balcão.

Autor(a): Janete Rodrigues Ribeiro

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA