Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / DE AMIGOS PARA

LÊDA MELLO
publicado em: 25/11/2019 por: Lou Micaldas

AME!

Gosto de falar de amor. Se eu fosse médica, no final de cada receita, prescreveria algo assim:

"Amor - Fazer uma declaração, três vezes ao dia (no mínimo!)".

Não sei como os clientes receberiam esta prescrição. É possível que muitos deles não retornassem por me acharem "estranha". Sei, no entanto, que estaria receitando o melhor de todos os remédios.

Caminhamos pela vida carregados de sonhos. Sonhos de realizações. Realizações afetivas, amorosas, familiares, profissionais, sociais. Sonhos de felicidade. Quantos de nós, no entanto, escolhe o caminho que conduz à felicidade?

A vida é simples. Tudo o que o Divino coloca à nossa disposição é perfeito. Nós é que complicamos.

Amamos o que de fato conhecemos. Há um medo crônico nas relações humanas: o medo do conhecimento. Temos medo de nos conhecermos, não nos damos a conhecer e nem investimos o nosso tempo no conhecimento do outro. Só amamos quando conhecemos e quanto mais conhecemos mais amamos. O amor se aprofunda e se enriquece à medida que se aprofunda o conhecimento de nós mesmos e do outro. Amar não apenas pelo que é mas apesar do que é. É maravilhoso!

Quer ser feliz? AME!

Ame o amigo e, muito melhor, ame o inimigo. Jesus sabia do que falava quando nos ensinou a simplicidade desta conduta. O ódio, o ressentimento, a mágoa somatizam e o corpo adoece pela enfermidade do espírito.

Ame a família. É nela que aprendemos a amar. Ou não aprendemos. Pior ainda! Ensinamos mal. Ame sem posse. As pessoas não são propriedades nossas e o fato de vivermos sob o mesmo teto não nos dá o direito de cobrar amor. Amor não se cobra. O amor é simples, espontâneo, livre e completo por si mesmo.

Ame o seu trabalho. Fazemos melhor o que fazemos com amor. O trabalho não é um dever. É uma fonte de realizações. Se o seu trabalho que não lhe dá alegrias, não tenha medo de arriscar: ame-se e procure outro trabalho que lhe ofereça alegrias. É mais simples do que você pensa. Lembra? Nós é que complicamos!

Não sonegue amor. A consciência universal nos devolve o que para ela enviamos. Portanto, AME! Ame o sol, o mar, a lua, a noite, o dia, a música, a poesia, seu animal de estimação, o lugar em vive... Ame tudo e sempre. Ame até mesmo as suas contas a pagar!

Parece meio maluco mas você só saberá se experimentar. Experimente viver amorosamente, mesmo que seja para ver no que vai dar. Experimente e você verá os seus milagres começarem a acontecer.

Arapiraca (AL), 10.06.2005

Autor(a): Lêda Yara

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA