Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / DROGAS, ETC

Com a aproximação do carnaval, as festas e reuniões acontecem com frequência, sempre regadas a muito álcool. A ingestão de bebidas nessa época do ano parece ter se tornado parte da tradição, mas não deixa de ser um hábito perigoso para o indivíduo em todos os seus aspectos (físico, psicológico, social e mental).

E é por isso que vamos falar sobre os efeitos do álcool no corpo humano no artigo de hoje. Esperamos que você leia as informações com atenção e tome cuidado para não exagerar. Vamos lá?

Conheça o caminho que o etanol percorre no organismo

As bebidas alcoólicas são compostas por diversas substâncias, porém os principais ingredientes da sua formulação são as moléculas de etanol. Elas começam a ser absorvidas pelo corpo na mucosa da boca.

O álcool segue seu caminho pelo esôfago e chega ao estômago, onde boa parte é absorvida pelo organismo (cerca de 25%). O restante é incorporado pelo intestino delgado, onde há diversas membranas permeáveis e vasos sanguíneos.

Entre 15 e 60 minutos, todas as moléculas de etanol já estão espalhadas pela corrente sanguínea. Esse tempo varia de acordo com a rapidez com que se deu a ingestão e ao fato de a pessoa estar alimentada ou não.

O álcool atinge todos os órgãos do corpo assim que entra no sangue e é transportado para as células e os tecidos — especialmente aqueles com alta concentração de água, como no caso dos rins, do fígado, do coração e do cérebro.

A capacidade que o corpo humano tem de sintetizá-lo é de, em média, uma lata de cerveja por hora. O fígado é o responsável por quebrar as moléculas de etanol para facilitar a eliminação natural.

Quando a ingestão é maior do que se pode sintetizar, porém, a pessoa apresenta sintomas de embriaguez. Esse excesso é o que promove os efeitos perigosos no organismo. E você vai conhecê-los a seguir.

Saiba quais são os efeitos do álcool no corpo humano

A lista de efeitos que o álcool provoca no organismo é extensa. Ele atinge especialmente a dimensão física, mas traz danos secundários também, afetando o campo mental, psicológico e social do indivíduo. Conheça um pouco sobre cada um deles:

Danos físicos

Como dissemos acima, o álcool impacta principalmente os órgãos e tecidos que contêm uma maior concentração de água. Sendo assim, seus efeitos no corpo humano são mais danosos para essas regiões. Entenda:

No cérebro

No começo, o álcool pode causar uma sensação de prazer, pois estimula o cérebro a liberar serotonina. O resultado é a euforia (e também a desinibição). Porém, ao continuar recebendo a substância, o cérebro perde o controle sobre a produção de glutamato, que controla o neurotransmissor GABA.

A alta concentração de GABA é o que provoca a perda da concentração e do controle corporal, em razão de uma menor atividade dos neurônios.

O indivíduo ainda tem a sua fala afetada, alterações na memória e pode danificar permanentemente os nervos periféricos.

No aparelho digestivo

Os efeitos do álcool no corpo humano atingem o estômago, promovendo maior produção de ácido gástrico, dificuldade de digestão, enjoos, ânsia de vômito e irritação na mucosa estomacal.

Essas condições ocasionam, em alguns casos, úlceras e hemorragias que, por sua vez, podem ser fatais. Há também ocorrências de inflamações no esôfago e problemas no pâncreas. O quadro pode evoluir para problemas mais graves, como o câncer de esôfago, laringe, estômago ou pâncreas.

Nos rins

O álcool também age sobre a glândula hipófise, localizada no cérebro, inibindo a produção do hormônio que faz com que os rins absorvam água. Por isso, quem bebe muito sente bastante vontade de ir ao banheiro.

Essa reação pode causar problemas no funcionamento dos órgãos e, também, provocar a desidratação, já que o corpo não absorve água para os tecidos.

No coração

Com a liberação excessiva de urina, o corpo perde minerais importantes para o coração, como o potássio e o magnésio. Eles são os responsáveis por regular os batimentos, e se a quantidade no organismo for insuficiente, o ritmo cardíaco sofre sérias alterações.

O álcool também debilita o músculo da região, deixando-o fraco para bombear o sangue. E pode, ainda, causar um aumento da pressão arterial e a vasodilatação, que eleva a temperatura do corpo.

Esses são apenas alguns efeitos do etanol no corpo humano, já que ele pode levar a outras complicações graves como anemia, diabetes, cirrose, icterícia, desnutrição, infertilidade, coma alcoólico, entre outros.
Consequências psicológicas, mentais e sociais

O álcool também pode atingir a mente e o lado psicológico do indivíduo. Seu consumo excessivo reduz a concentração de vitamina B1, o que ocasiona a doença de Wernicke-Korsakoff. Esse distúrbio provoca alterações nos sentimentos e nos pensamentos, além de gerar danos para a memória.

O indivíduo perde o autocontrole quando está sob a ação do etanol — e isso pode fazer com que tenha atitudes que não condizem com a sua verdadeira personalidade.

O consumo da substância pode levar, também, ao alcoolismo, que é uma situação de dependência com perdas em todos os sentidos. O vício transpassa a questão física e faz com que o dependente abandone o emprego, a casa, a família e o convívio social que não esteja associado ao consumo de bebidas.

A pessoa pode ter sua personalidade totalmente alterada, passando de branda e pacífica para violenta e agressiva. Muitas vezes, é necessária a internação para a reabilitação e o retorno ao convívio social. Isso porque se torna impossível manter a convivência com o alcoólatra.

O consumo de bebidas, como altera a personalidade de um indivíduo pelos efeitos mentais que provoca, impede que ele trabalhe, estude ou mantenha relações harmônicas em seu lar e com seus amigos.

Com isso, ele é isolado (ou isola-se) em razão do etanol e, muitas vezes, não aceita o conselho daqueles que lhe são queridos. Nesse caso, a tendência é que se perca cada vez mais no vício.

Por isso, aproveite sem exageros no consumo de álcool, o carnaval. Reflita sobre os efeitos dele no corpo humano e a verdadeira diversão nessa data. As bebidas alcoólicas não trazem vantagens para você e seu organismo, mas podem gerar muitas perdas.

Fonte: blog.gsnsuplementos.com.br/cuidado-no-carnaval-entenda-quais-sao-os-efeitos-do-alcool-no-corpo-humano/

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA