Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / E AÍ, BICHO?

'Documentos' criativos apresentam histórico de 30 cães resgatados de situações de maus-tratos. 'Plataforma Lates' já ajudou a conseguir novos lares para dois bichinhos de Sorocaba (SP).

Uma maneira diferente de divulgar cãezinhos abandonados por meio das mídias sociais. Foi pensando nisso que Gabriela Garrido, de 22 anos, moradora de Ponta Grossa (PR), decidiu criar a "Plataforma Lates", destinada a apresentar "currículos" de animais para adoção em Sorocaba (SP).

Por meio de uma página no Instagram, Gabriela divulga o currículo de cada bichinho abandonado. Cada "documento" é montado com as qualidades e as características de cada cachorro. A ideia surgiu da própria experiência da jovem, que se formou em dezembro e está na fase de mandar currículos.

"Vi os cachorrinhos passando pela mesma situação que eu, esperando alguém dar a eles uma chance para conhecê-los, descobrirem o que sabem fazer, suas habilidades e dar uma oportunidade. Só que, no caso deles, seria a oportunidade de uma 'vaga na família'", explica.

A história por trás da idealização da página começou com a tia de Gabriela, Rosana Garrido, que resgata animais das ruas. Alguns deles foram doados, mas rapidamente Rosana acabou acolhendo mais de 30 bichinhos em casa.

Após anos de tentativas, Rosana conseguiu se mudar para uma chácara em Sorocaba, com mais espaço para cuidar dos animais. Pouco tempo depois, foi diagnosticada com câncer de mama, já em metástase.

"Foi muito difícil para a família toda receber a notícia, principalmente para a minha tia, que não dava mais conta de cuidar de todos os animaizinhos. Minha mãe, que também resgatava animais de rua, foi morar em Sorocaba para cuidar dela e dos animais", explica Gabriela.

Para ajudar na causa dos bichinhos e também no mantimento deles, Gabriela ainda criou uma "vakinha online". O dinheiro arrecadado será usado nas despesas e na construção de canis.

Gabriela faz as montagens contendo as informações dos animais
— Foto: Divulgação/Plataforma Lates

Com muita criatividade, Gabriela já promoveu a adoção de dois animais divulgados: a Pitucha e a Xereta.

"Sou eu quem faço as montagens e escrevo a história de cada um. A parte do histórico do animal vem junto com ele, se foi jogado em avenida movimentada, castrado, vacinado, etc. Acho importante ressaltar, pois a Xereta, por exemplo, sofria maus-tratos e hoje não aceita muito bem a presença de homens, tem medo e se sente ameaçada."

Com bom humor e por uma boa causa, Gabriela ainda promove a fofura do Instagram com várias qualidades dos cãezinhos.

"A parte dos 'cursos', que fica no final, é inventada para quebrar um pouco o clima e fazer o leitor dar umas risadas. É gostoso promover esta ação", completa.

*Colaborou sob supervisão de Ana Paula Yabiku.

Autor(a): Marília Moraes*, G1 Sorocaba e Jundiaí
Fonte: g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/noticia/2019/02/19/jovem-divulga-caes-abandonados-para-adocao-em-curriculos-nas-redes-sociais.ghtml
Colaborador(a): Denise Carvalho

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA