Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / E AÍ, BICHO?

LILA, O LABRADOR FAMOSO QUE AJUDA A RETIRAR PLÁSTICOS DO OCEANO
publicado em: 23/10/2018 por: Lou Micaldas

 

Lila se tornou conhecida em 2015 depois dos vídeo em que aparece caçando lagostas no fundo do mar

Lila é um labrador preto de 7 anos que está ficando famoso nas redes sociais por ajudar a retirar plásticos do oceano. O vídeo que mostra ela mergulhando já tem mais de 1 milhão de visualizações no Facebook. (assista abaixo)

Ela foi contratada pela 4Ocean, uma empresa especializada. Lila mergulha nas águas da Flórida, nos Estados Unidos, para coletar garrafas plásticas.

Ah, não se preocupe! O tutor dela, Alex Schulze, garante que Lila trabalha pouco e não corre riscos.

Quando sai de casa ela usa óculos de sol especiais e no trajeto até a praia a cachorrinha viaja em um pequeno trailer, com cinto de segurança.

Na hora do serviço no mar, ela mergulha com um colete especial mantendo parte de sua flutuabilidade.

A cachorrinha não vai sempre ao mar e, quando vai, mergulha poucas vezes, garante Alex Schulze.

Treinamento

Alex Schulze conta que ela passou por um longo treinamento.

Primeiro, Lila começou a mergulhar para buscar brinquedos, jogados em uma piscina por seu dono. Agora parece uma profissional quando mergulha.

Desde que a 4Ocean foi lançada, em 2016, já foram retiradas mais de 500 toneladas de lixo do mar.

Além de Lila, a empresa tem uma equipe de profissionais que limpam os oceanos e transformam o plástico que coletam em pulseiras.

História

Lila se tornou conhecida em 2015 depois dos vídeos em que aparece caçando lagostas no fundo do mar.

Os anos se passaram e seu tutor, Alex Schulze, decidiu empreender. Abriu a 4Ocean com o empreendedor Andrew Cooper e usou as habilidades de Lila de uma forma diferente.

A empresa atua na Flórida e também tem uma operação em Bali, na Indonésia.

Veja abaixo Lila em ação:

Fonte: www.midianews.com.br/variedades/lila-o-labrador-famoso-que-ajuda-a-retirar-plasticos-do-oceano/336319

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA