Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / E AÍ, BICHO?

VACINA NACIONAL X VACINA ÉTICA OU IMPORTADA
publicado em: 31/01/2017 por: Lou Micaldas

Proprietários de animais ouvem com frequência que não devem vacinar seus animais com a chamada vacina nacional, e sim, com a chamada vacina “ética” ou vacina importada. Mas e aí, qual a diferença da vacina nacional e da vacina importada (“ética”)?

A verdade é que não existe nenhuma diferença na composição da vacina!

Surpreso? Vamos desvendar esse mito:
Todos os tipos de vacina (nacional, importada ou “ética”) possuem os mesmos requisitos de composição biológica, os mesmos requisitos de estrutura física do laboratório onde a vacina é produzida e passam pelos mesmos testes de controle de qualidade no Ministério da Agricultura: pureza, identidade, titulação, sorologia, esterilidade, inocuidade, eficácia e potência/imunogenicidade.

Mas, então, porque os Médicos Veterinários recomendam que se use a vacina importada?

Todas essas vacinas devem rigorosamente serem armazenadas na temperatura entre 2 e 8 °C, sob pena de se tornarem totalmente ineficazes por perderem sua composição fora desta temperatura. Observou-se que algumas vacinas vendidas em casas agropecuárias / pet shops não estavam surtindo efeito nos animais. Eles eram vacinados contra uma doença, por exemplo, a cinomose, e poucos meses depois adquiriam a doença, indicando que a vacina não foi eficaz. Mas, a culpa é da vacina? Não! Tendo em vista que algumas casas agropecuárias / pet shops tem a prática de desligar suas geladeiras durante a noite ou durante os finais de semana para economizar energia, assim, as vacinas vendidas nesses estabelecimentos acabaram por perder totalmente a sua eficiência por terem sido armazenadas de maneira incorreta.

Sabendo disso, os laboratórios produtores de vacinas importadas firmaram uma espécie de “acordo de cavalheiros” com os Médicos Veterinários e só vendem suas vacinas para Médicos Veterinários, pois sabem que esses profissionais vão armazenar adequadamente em geladeiras com temperatura controlada entre 2 e 8 °C. Por isso, não encontramos a vacina importada para vender em casas agropecuárias / pet shops!
Compreendeu a diferença? Dizer que a vacina nacional é pior que a vacina importada é absolutamente errado! A diferença está na forma de armazenamento da vacina. Se a vacina importada for armazenada fora da temperatura ideal, também perderá sua eficiência e não imunizará o animal!

O controle exigido pelo Ministério da Agricultura para a vacina contra a Raiva é tão rigoroso que nos estabelecimentos comerciais a vacina deve estar regriferada entre 2 e 8°C com 2 (DOIS!) termômetros de controle de máxima e mínima, nunca pode ser congelada e deve ser comercializada em caixas isotérmicas!

Gosta do seu animalzinho? Leve-o para ser vacinado por um Médico Veterinário, que poderá usar tanto a vacina nacional, quanto a importada e, com certeza, terá armazenado o produto de forma correta. Comprar a vacina em uma casa agropecuária ou pet shop e levá-la até o Médico Veterinário para que ele vacine seu companheiro de estimação é arriscado, pois no transporte do local de compra até o local de aplicação você pode perder a faixa de temperatura que a vacina deve ser armazenada! Gelos derretem e às vezes não garantem que o transporte foi adequado!

É proprietário de casa agropecuária ou pet shop? Armazene adequadamente seu estoque de vacinas para não prejudicar a imunização do animal que vai recebê-la!

Fonte: http://www.veterinariaempauta.com.br/?p=120
Colaborador(a): Cristina Abreu

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA