Logomarca Velhos Amigos
INTERAÇÃO / E AÍ, BICHO?

VOCÊ CONHECE A AVE LÓRIS?
publicado em: 03/03/2017 por: Lou Micaldas

 
De cores exuberantes e muita energia, a ave é destaque no mercado de animais domésticos no exterior e tem potencial para ganhar espaço no Brasil
O lóris é a perfeita tradução para 'ave exótica'. Primeiramente, porque não é mesmo brasileiro - embora parente de araras, maritacas e jandaias, o pássaro é natural de ilhas da Oceania e do Sudeste Asiático. Além disso, levando-se em conta outro sentido do termo exótico, poucas espécies são tão extravagantes quanto o lóris, que exibe uma profusão de cores quase psicodélica.

A ave, contudo, não é só aparência. Ótimo como animal de companhia, muito brincalhão e ativo, o lóris herdou o temperamento de seus ancestrais, que se movimentavam intensamente em busca de alimentos na natureza. Energia não é o que lhe falta: o pássaro pula, rola, vai de um lado a outro do viveiro, anda pelas grades, faz acrobacias, não para um instante. E ainda adora assoviar.

O lóris, que já é manso, pode ficar ainda mais dócil se alimentado na mão desde filhote, dos 20 dias aos dois meses de idade. Confiante, chega a subir nas costas e nos ombros do criador. Assim como o papagaio, pode repetir algumas palavras, porém, com pronúncia menos clara e som mais agudo. A habilidade só é desenvolvida se for criado isolado de outros pássaros e muito bem treinado.

Por tudo isso, o lóris é destaque nos concorridos mercados de animais de estimação da Europa e dos Estados Unidos, embora ainda não seja tão comum por aqui. O cuidado simples e a procriação fácil, porém, tendem a atrair cada vez mais criadores e potenciais compradores. O clima brasileiro e a disponibilidade de alimentos no mercado nacional também são fatores que favorecem a criação. Pouco exigente em relação à temperatura, o lóris se dá bem até no Rio Grande do Sul, mas é mais produtivo em regiões quentes.

Frutas e néctar das flores são seus alimentos diários no hábitat natural. Devido à textura aquosa do que come e à maneira peculiar de expelir seus dejetos, com espirros que alcançam 30 centímetros de distância, o lóris requer atenção especial à higiene do ambiente. Uma das principais dicas é contar com gaiolas amplas. Já a limpeza da ave fica por conta dela mesma, que gosta de se banhar regularmente.

Autor(a): João Mathias
Fonte: http://www.petdosfamosos.com.br/blog/
Colaborador(a): Sibely

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA