Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / FIQUE POR DENTRO

Entre os afetados estão tratamentos para câncer, diabete e transplantes, o que pode afetar mais de 30 milhões de pacientes no País

 Nas últimas três semanas o Ministério da Saúde rompeu contratos firmados com laboratórios de produção de remédios que eram distribuídos gratuitamente para a população. São 19 medicamentos no total, eles deixarão de ser entregues pelo Sistema Único de Saúde (SUS), segundo o jornal O Estado de S. Paulo. Mais de 30 milhões de pacientes dependem desses tratamentos . Veja abaixo a lista dos remédios que terão distribuição gratuita interrompida.

Os laboratórios produtores são públicos e federais; entre eles estão Biomanguinhos, Butantã, Bahiafarma, Tecpar, Farmanguinhos e Furp. Eles fabricam os remédios como parte de uma parceria com o ministério e fornecem os fármacos a preços 30% menores do que os do mercado.

 Associações que representam os laboratórios públicos falam em perda anual de ao menos R$ 1 bilhão para o setor e risco de desabastecimento.

Ainda segundo o Estado de S. Paulo, o Ministério da Saúde negou que os contratos tenham sido interrompidos, em resposta ao jornal, a pasta afirmou que se trata de um "ato de suspensão" e que, por isso tem efeito por um "período transitório". O presidente da Bahiafarma e da Associação dos Laboratórios Oficiais do Brasil (Alfob), Ronaldo Dias, disse ao Estadão, no entanto, que os laboratórios já estão tratando as parcerias como suspensas.

— Os ofícios dizem que temos direito de resposta, mas que a parceria acabou. Nunca os laboratórios foram pegos de surpresa dessa forma unilateral. Não há precedentes - disse ao jornal.

Veja aqui a lista dos remédios que terão distribuição interrompida

1 - Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por TECPAR
2 - Adalimumabe, Solução Injetável (40mg/0,8mL), produzido por Butantan
3 - Bevacizumabe, Solução injetável (25mg/mL), produzido por TECPAR
4 - Etanercepte, Solução injetável (25mg; 50mg), produzido por TECPAR
5 - Everolimo, Comprimido (0,5mg; 0,75mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos
6 - Gosserrelina, Implante Subcutâneo (3,6mg; 10,8mg), produzido por FURP
7 - Infliximabe, Pó para solução injetável frasco com 10mL (100mg), produzido por TECPAR
8 - Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por FUNED
9 - Leuprorrelina, Pó para suspensão injetável (3,75mg; 11,25mg), produzido por FURP
10 - Rituximabe, Solução injetável frasco com 50mL (10mg/mL), produzido por TECPAR
11 - Sofosbuvir, Comprimido revestido (400mg), produzido por Farmanguinhos
12 - Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg; 440mg), produzido por Butantan
13 - Cabergolina, Comprimido (0,5mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos
14 - Insulina (NPH e Regular), Suspensão injetável (100 UI/mL), produzido por Bahiafarma
15 - Pramipexol, Comprimido (0,125mg; 0,25mg; 1mg), produzido por Farmanguinhos
16 - Sevelâmer, Comprimido (800mg), produzido por Bahiafarma Farmanguinhos
17 - Trastuzumabe, Pó para solução injetável (150mg), produzido por TECPAR
18 - Vacina Tetraviral, Pó para solução injetável, produzido por Bio-manguinhos
19 - Alfataliglicerase, Pó para solução injetável (200 U), produzido por Bio-manguinhos

Colaborador(a): Jornal O Globo

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA