Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / GENTE EM FOCO

GERDAL DOS SANTOS
publicado em: 15/01/2016 por: Netty Macedo

Gerdal Renner dos Santos em frente
ao prédio da Rádio Nacional

Matéria publicada em 26/10/2009

No dia 12 de outubro, Gerdau Renner dos Santos, que nasceu em 1929, completou 80 anos de vida e 65 de atividades artísticas.

Gerdal iniciou sua vida artística em 1942, na Rádio Tupi, no Rio de Janeiro, através do programa "Hora do Guri", produzido e apresentado por Silvia Autuori, a "Tia Chiquinha".

Em 1945, com 15 anos, foi convidado pelo novelista Amaral Gurgel e ingressou na Rádio Globo.
Ainda como ator, participou do Teatro Infantil da Associação Brasileira de Críticos Teatrais.

Em 1952, exerceu atividade de rádio-ator na Rádio Clube do Brasil.

Em 1953, estreou na Rádio Nacional, no programa "Consultório Sentimental", criado e apresentado por Helena Sangirardi, sucesso de audiência imitado até hoje em diversas regiões do Brasil, em programas de TVs e rádios.
Atuou também em rádionovelas e em programas musicais.

No Teatro Carlos Gomes atuou nas peças "Aladino ou a Lâmpada Maravilhosa" e "O Príncipe do Limo Verde". No cinema, contracenou com Grande Otelo nos filmes "Moleque Tião", "O Gol da Vitória" e "Sob a Luz do Meu Bairro".

Em São Paulo, participou da inauguração do Teatro Alumínio na Companhia Nicete Bruno e Halfeld.

Durante o Regime Militar, iniciado em 1964, teve sua carreira artística interrompida ao ser demitido da Rádio Nacional por Decreto assinado pelo Marechal Castello Branco, juntamente com outros nomes famosos considerados esquerdistas.

Formado em Direito, dedicou-se à advocacia, revelando seu talento na habilidade de defender os direitos dos cidadãos na Cidade do Rio de Janeiro. É membro da Ordem dos Advogados do Brasil e do Instituto dos Advogados Brasileiros.

Com o advento da anistia, promulgada pelo Presidente João Figueiredo, Gerdal dos Santos voltou à Rádio Nacional.

Em 2002 passou a apresentar programa de entrevistas na Rede Vida de Televisão.
Neste ano de 2009, comemorou 65 anos de atividades artísticas e está na Rede Vida de Televisão, à frente do programa "Brasil é Isso!", entrevistando cantores, autores e celebridades no cenário cultural do Brasil.

Atualmente produz o programa "Onde Canta o Sabiá" e "Rádio Memória", aos sábados e domingos, apresentando os famosos cantores e cantoras dos anos 50, introduzindo novos talentos, todos unidos, trazendo de volta os inesquecíveis sucessos da música brasileira.

É membro da Academia Luso-Brasileira de Letras, Ordem dos Jornalistas do Brasil, Associação Brasileira de Imprensa, Federação da Academias de Letras do Brasil, Academia Nacional de Letras e Artes, Cenáculo Brasileiro de Letras e Artes, e Salão de Poesia e Arte.

Fontes: Dicionário Cravo Albin e diversos sites.
Revisão: Anna Eliza Fürich

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA