Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / HORA DA MÚSICA

MILTON BRITO
publicado em: 08/03/2018 por: Lou Micaldas

Iniciou a sua atividade profissional como cantor na década de 60, gravou na RCA-VICTOR (Compacto duplo e 78 RPM); atuou durante anos em programas de televisão, – TVs. - Rio, Tupi, Excelsior, Continental (quatro anos com Sarita Campos – Programa “DE BRAÇOS ABERTOS” E “CLUBE DAS GAROTAS”), que foi transferido para a Globo (na inauguração, sendo o Cantor e violonista oficial do programa) durante nove meses em que o programa esteve no ar.

RÁDIOS - Globo, Carioca, Guanabara, Rio de Janeiro, Tupi, Tamoio, Nacional, Eldorado, Mundial, Vera Cruz, dentre tantas, no Rio de Janeiro, e em boa parte do Brasil, participando de programas juntamente com os seus contemporâneos e amigos da época - Roberto Carlos, Carlos Imperial, Wilson Simonal, Golden Boy’s (Renato, Roberto, Ronaldo e Valdir), Trio Esperança (Regina, Mário e Evinha) Altemar Dutra, Rildo Hora, Silvio César, Roberto Nascimento, Adilson Ramos, Marisa Gata Mansa, Jamelão, Agnaldo Timóteo, Marcus Valentim, Joelma, Humberto Garin e muitos outros.

Fez temporada como cantor e violonista no Rio de Janeiro de 1961 a 1968 – I – Claudius Bar, Bar Michel, Le Rond Point, Boite Plaza, em Copacabana e Restaurante Cabana, em Ipanema, e curtas apresentações - II - Boate Cangaceiro, Scoth Bar, Hotel Excelsior, Boate Bolero; Clubes – Sírio Libanês, Monte Líbano, Tijuca.

Em 1969 abandona a vida artística como profissional, como resultado da ditadura de 64.

Em 1980 retorna a Bahia.

No ano de 1999, amadoristicamente, grava e lança o CD “MILTON ONTEM E HOJE” na gravadora Sancléia; seguindo com outros lançamentos - CLÁSSICOS DA MPB, BENGU´S IN CONCERT; duas faixas no CD de sua produção – “GELIVAR ENTRE AMIGOS”; CD – “CANTIGA DE QUEM ESTÁ SÓ”, CD “QUEM HÁ DE DIZER” com repertório de Lupicínio Rodrigues, “BESAME MUCHO”, gravados na IES STUDIO “Atelier Musical”. (Gravações independentes).

Coordena e produz em parceria com Eduardo Kruschewsky, para a Academia Feirense de Letras, da qual faz parte, quatro CDs de poesias com fundo musical intitulado – POETAS FEIRENSES I, II e III, e POESIA ENQUANTO É TEMPO.

É escritor, poeta, compositor e violonista. Membro da Academia Feirense de Letras; do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana; Academia de Ciências e Artes de Feira de Santana e da Academia de Letras Jurídicas de Feira de Santana-Bahia. Aposentado reside e advoga em Feira de Santana-Bahia. 
Feira, 01/05/2015.

UM DOS DOIS
Composição: Jair Amorim e Evaldo Gouveia
Intérprete: Milton Brito

EU NÃO EXISTO SEM VOCÊ
Composição: Tom Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Milton Brito

A NOITE DO MEU BEM
Composição: Dolores Duran
Intérprete: Milton Brito

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA