Logomarca Velhos Amigos
LITERATURA / HORA DA TROVA

INFLAÇÃO! QUE MAIS EU POSSO
publicado em: 19/01/2018 por: Lou Micaldas

Inflação! Que mais eu posso
senão rir dessa desgraça?
Pois rir é o único troço
que a gente ainda faz... de graça.
Magdalena Léa

Toda natureza atesta
que esta vida é uma pintura,
onde Deus se manifesta
sem a Sua assinatura.
Dulce de Mello Monte-Mór 

Da trova fiz o meu pão
minha cantiga inocente,       
a voz do meu coração                      
e o sentir da minha gente.
Adauto Gondim

Lembranças, velhas lembranças,
quantas lembranças cultivo...
Na falta de outras heranças,
é delas que eu sobrevivo! 
Antonio Augusto de Assis

Vive a vida bem vivida
e ao mais, esquece e releva,
que a gente leva da vida
a vida que a gente leva... 
J.G. de Araújo Jorge

Dia a dia, mês a mês,
num desespero profundo,
eu aguardo a minha vez
de ser feliz neste mundo...
Denancy Melo Anomal  

Por esses campos azuis,
oh! lua do meu sertão,
tu és um pente de luz
nas tranças da escuridão!
Felix Aires

Você me faz tanta falta,
que eu tenho a triste impressão
de ser nota numa pauta,
sem clave nem duração.
Jeanette Monteiro de Cnop 

Com erros não se edifica,
tu bem sabes, tu bem vês:
acaba a vida, mas fica
o que na vida se fez.
Indouro Gomes 

A angústia de muita gente
consiste nesta verdade:
buscar, inconscientemente,
a própria felicidade!
Maria Idalina Jacobina

Do amor a gente comprova
este milagre profundo:
caber numa simples trova
o que não cabe no mundo!
Nelson Ferreira da Luz 

O amor por si se resume
à luz que brilha sem norma,
é sempre o mesmo perfume
em frascos de qualquer forma.
Oscar Baptista 

Certos críticos se impõem
como mestres de poesia...
Mas os versos que compõem,
santo Deus, que porcaria!
José Rodrigues Crespo

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA