Logomarca Velhos Amigos
LITERATURA / HORA DA TROVA

QUANDO O SOL É BRASA ARDENDO...
publicado em: 13/08/2019 por: Lou Micaldas

Quando o sol é brasa ardendo
nas terras secas crestadas,
pingo no zinco batendo
é a mais bela das toadas.
Magdalena Léa 

Nas costas leva a criança
seus livros numa sacola;
nos olhos, leva a esperança
como colega de escola!
Antonio Augusto de Assis

O que eu fiz de mais errado
nos meus momentos instáveis, 
foi não ter desabafado
tantas mágoas reparáveis...
Alba Christina Campos Netto

Coração – pobre realejo –
com canções velhas e novas...
Tudo o que sinto, e o que vejo,
vais tocando... em minhas trovas...
J.G. de Araújo Jorge

Vida é para ser vivida,
todo dia , toda hora;
não deixar a alma ferida,
mandar a tristeza embora.
Carmen da Silva Medeiros Galvão

Que esta vida é um mar fremente,
quem é que pode negar,
se até o pranto da gente
tem gosto da água do mar?
Benedito Cunha Melo  

Eis meu único desejo
na febre que me consome:
- A extrema-unção do teu beijo.
- Última prece - o teu nome.
Oscar Baptista 

Em zigue-zague na estrada,
guia um “cara” no pileque.
- A curva multiplicada
dividiu seu calhambeque.
Magdalena Léa

Da mais pura filigrana,
com esse encanto de lenda,
tu és uma trova humana
vestida de seda e renda.
Felício Alves

Brinca o destino comigo
e, nessa angústia pungente, 
eu não encontro um amigo
no meio de tanta gente!
Maria Idalina Jacobina 

Quando um velho e uma criança
encontro, logo me invade
esta ideia: uma esperança
dando a mão a uma saudade.
Oscar Baptista

Mais forte que chuva e o vento,
na fúria da tempestade,
é a força do pensamento,
em busca da liberdade!
Hedda de Moraes Carvalho

Foi depois que tu partiste
que aprendi algo profundo:
um mundo bom só existe
quando é de dois esse mundo...
Rosalina Rosa Leite 

A vaidade de um poeta
que conhecemos a fundo,
se fosse coisa concreta,
não caberia no mundo...
José Rodrigues Crespo

Ao sofrer uma agressão
a terra não choraminga           
nem esboça reação,
mas... cedo ou tarde, se vinga...
Adélia Victória Ferreira

Amor, que em versos incenso
e és, hoje, graça, alegria...
- Que tristeza, quando penso
que serás saudade um dia!
Gentil Fernando de Castro

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA