Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / MEIO AMBIENTE

COMUNIDADE SE MOBILIZA PARA TER O RIO PINHEIRO VIVO E SEM LIXO
publicado em: 28/06/2018 por: Lou Micaldas

Movimentos Limpa Brasil e Volta Pinheiros realizaram uma grande ação com mais de 300 estudantes e voluntários no sábado, 09/06, no Parque do Povo, região oeste de São Paulo.

Uma série de atividades foi preparada para alertar sobre a urgência de se reciclar resíduos que muitas vezes são descartados de maneira irregular e que poderiam gerar renda. A ação também chamou atenção para a triste realidade do Rio Pinheiros que diariamente recebe toneladas de lixo e esgoto não tratado.

Apenas 2,5% das 3,5 milhões de toneladas de resíduos produzidas pela cidade de São Paulo são recicladas por ano. Em 2017, por exemplo, foram apenas 85 mil toneladas. Isso sem contar a enorme quantidade de lixo que acaba indo parar em terrenos baldios, ruas, córregos e rios. O nosso sofrido e poluído Rio Pinheiros é testemunha desse descaso. O pior é que muitos desses materiais descartados poderiam gerar emprego e renda, mas na verdade apenas contribuem para causar doenças, inundações e problemas ambientais.

Mas nada melhor do que tratar um tema tão triste com atividades lúdicas para a garotada se conscientizar e trabalhar para a mudança dessa realidade.

Logo às 08:30hs, no sábado ensolarado, um simpático coco gigante foi inflado para acompanhar as dinâmicas. A garotada recebeu uma série de orientações sobre a importância de não jogar lixo na rua e sobre a importância da reciclagem. Participaram de gincanas e por fim, depositaram numa cápsula do tempo mensagens sobre quais notícias esperam ler em 2020 sobre o Rio Pinheiros. Não faltou otimismo nessas mensagens. O que a criançada mais espera no futuro é que o Pinheiros esteja limpo, com peixes, que se transforme em um parque fluvial com as famílias ocupando suas margens e até passeando de barco por suas águas.

Marcelo Reis, coordenador do Volta Pinheiros afirmou que o objetivo principal da ação é chamar à atenção das autoridades para que ajam em prol do rio. Já Edilaine Muniz, coordenadora do Movimento Limpa Brasil/Let´s do It, a limpeza do Rio Pinheiros, assim como de outros rios de São Paulo, só será possível quando todos participarem e contribuírem com esses esforços, inclusive, não jogando lixo e destinando corretamente resíduos para reciclagem. “Muitos materiais vão parar no rio agravando o aumento de sua poluição quando poderiam estar gerando riqueza e renda para muitas famílias”.

Durante o evento foi lançado o aplicativo “Worldcleanup”, que faz parte de ação internacional para engajar pessoas no apoio a ações de limpeza nas cidades. O aplicativo tem como função mapear os pontos de lixo, descartados de forma incorreta, volumes pequenos ou grandes, em qualquer local da cidade e, para que após, sejam limpos até o dia 15/09 – Dia Mundial da Limpeza. Basta fotografar esse material para identifica-lo.

Segundo Frederico Rocha Duarte, que coordenou o lançamento com vários voluntários que partiram para “caçar” descartes de lixos e entulhos nas imediações do Parque do Povo, “A experiência proposta possibilita que qualquer um que tenha o aplicativo colabore, seja através da criação de um ponto de lixo ou limpando um ponto demarcado.” Além do escopo de identificar/limpar o lixo descartado incorretamente, o aplicativo viabiliza a criação de um banco de dados de descarte incorreto de lixo com abrangência global. A relevância dessas informações consiste no que a coordenação mundial do Let’s do It chamou de “Keep It Clean! Plan”, ou em tradução livre o Plano da Manutenção da Limpeza. “É o poder da ciência cidadã, isso só seria possível com a participação ativa da população” afirma Frederico. 

Autor(a): Julio Ottoboni
Fonte: envolverde.cartacapital.com.br/comunidade-se-mobiliza-para-ter-o-rio-pinheiro-vivo-e-sem-lixo/
Colaborador(a): Maria Clara Ribeiro dos Santos

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA