Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / QUE SAUDADE

‘MODA DOS ANOS 1980 DEIXOU LEGADO DE OUSADIA E IRREVERÊNCIA’
publicado em: 23/02/2018 por: Lou Micaldas

As polainas saíram das academias para as ruas nos anos 1980 -

Para Luiz André Alzer, década foi rotulada de fútil pelas gerações anteriores
 
RIO - É melhor guardar as pochetes, ombreiras e tiaras do Dudu França em alguma gaveta dos anos 80. Mas se a moda hoje dá arrepios, vamos combinar que a década rotulada como fútil pelas gerações anteriores deixou um legado de criatividade, ousadia e irreverência. A anarquia da “TV Pirata” serviu de alicerce para a geração Porta dos Fundos, o pioneiro Falcon fez meninos chutarem o preconceito para brincar de boneco e o Ultraje a Rigor eternizou que a “gente não sabemos escolher presidente”. Tão visionário quanto a Gretchen, que desceu até o chão duas décadas antes de Valesca Popozuda, Anita e Pabllo Vittar.
 
Na falta de ícones e ídolos, ressuscitamos Os Trapalhões, o Rock in Rio, o Aquaplay, o Bozo que virou Bingo, o mordomo Alfreeeeeedo do papel higiênico Neve, a Bic 4 Cores e até o duvidoso Keep Cooler, improvável mistura de vinho com gás e suco de fruta. Mas nem tudo é substituível e continuamos suspirando pelo futebol arte de Falcão-Sócrates-Zico, o Tivoli Park, a Maldita Fluminense FM e os imbatíveis especiais “Arca de Noé” e “Plunct plact zum”.
 
É verdade que Merthiolate já não arde mais, o Gurgel – sorte nossa – saiu de circulação e a Malt 90, ou nojenta, nunca mais causou dor de cabeça. A seleção natural da vida também deu uma mãozinha e extinguiu o pequinês. Em compensação, outro personagem do mundo animal simbolizou como poucos os criativos anos 80: o Macaco Tião, com seus 400 mil votos, por pouco não foi eleito prefeito do Rio em 1988.
Luiz André Alzer é coautor do livro "Almanaque anos 80"

Autor(a): Luiz André Alzer
Fonte: https://oglobo.globo.com/economia/moda-dos-anos-1980-deixou-legado-de-ousadia-irreverencia-22423977
Colaborador(a): João Carlos

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA