Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / REPORTAGENS

A TERRA DE AFRODITE
publicado em: 11/06/2019 por: Lou Micaldas

Praia de Afrodite, em Pafos, no sudoeste do Chipre
Foto: Fiona McAllister Photography/Getty Images

Ilha de Chipre é berço da deusa do amor e da beleza

A meio caminho da Europa, da África e da Ásia, uma porção de terra a leste do Mar Mediterrâneo é carregada de história e de luxúria: a ilha de Chipre. Conta a lenda cipriota que a mitológica deusa do amor, Afrodite, surgiu da espuma produzida pelo choque das águas do mar contra as rochas do litoral da atual região de Paphos, tesouro arqueológico da humanidade de valor inestimável.

Ícone da beleza e da fecundidade, Afrodite nasceu em berço esplêndido. Sua inspiração não vem senão de paisagens que encantam a humanidade desde as mais remotas eras. O poeta Homero descreve a deusa como “dourada”, talvez influenciado pelos atributos do local onde ela nasceu. Em Chipre, os verões são longos, estendendo-se por até oito meses. Os invernos, por sua vez, bem mais amenos.

A vocação cipriota para o entretenimento é patente. O país insular dispõe de infraestrutura turística notável, um genuíno playground de praias, monumentos, templos, ruínas, museus históricos e sítios arqueológicos dentro da União Europeia. Resorts e hotéis à beira-mar constituem atração à parte.

Na cidade costeira de Limassol, o 5 estrelas Amathus Beach Hotel está fincado em ponto estratégico. De carro, é possível chegar ao Aeroporto Internacional de Paphos ou de Lárnaca, outro famoso balneário, em breves 40 minutos. Há muito pouco estímulo, todavia, para se efetuar o check-out: o hotel dá acesso a suítes luxuosas, a spas relaxantes e à mais alta gastronomia.

Afirma-se ser de Chipre o vinho mais antigo do mundo, o Commandaria, tragado pelo rei Ricardo da Inglaterra, o Coração de Leão. “O vinho dos reis e o rei dos vinhos”, bradava sua majestade, em plena Idade Média. Como acompanhamento para degustá-lo, a sugestão é o delicioso queijo halloumi, de fabricação cipriota, mas bastante popular na Grécia e no Oriente Médio.

PRESENÇA TURCA

Situado próximo ao litoral da Turquia, Chipre guarda evidentes resquícios dos três séculos de dominação otomana. A monumental Mesquita Selimiye, ao norte da capital do país, Nicósia, é uma dessas impressões digitais deixadas na ilha do Mediterrâneo. A arquitetura combina beleza e imponência, uma prova da força do Império Otomano. O templo sagrado do Islã foi erguido onde, acredita-se, havia uma igreja bizantina.

A mais rica e representativa coleção de arte bizantina de Chipre está preservada no centro da fortificada Nicósia, dentro do Palácio Arcebispo. O acervo de aproximadamente 230 ícones do Museu Bizantino, que inclui peças do século 9 ao 19, é acessível e aberto à visitação. São vasos sagrados, vestimentas, livros, pinturas e fragmentos de mosaicos pertencentes à antiga civilização.

Além de peculiaridades históricas e arquitetônicas, a capital de Chipre é feita, igualmente, de gastronomia variada, resultado de contribuições de diferentes povos à ilha de Chipre. O melhor da cozinha turca fica por conta do restaurante Istah. A atmosfera dele é aconchegante para familiares, casais ou amigos. O saboroso carneiro no espeto figura entre os pratos mais requisitados e comentados do menu.

A exuberante Nicósia está localizada na parte central do país insular, sem acesso ao mar. Durante os meses de junho e julho, quando a temperatura máxima atinge escaldantes 45º C na região, é preferível mirar as praias cipriotas. Nesse quesito, o país está entre os maiores destinos turísticos do mundo.

MITOLOGIA GREGA

A paradisíaca praia de Kourion banha os arredores de Limassol, parte sul da ilha de Chipre. A região é marcadamente influenciada pela civilização greco-romana, vestígios detectados no Anfiteatro de Kourion, uma verdadeira maravilha arquitetônica ancestral. Personagem principal do espetáculo, o horizonte azul do Mar Mediterrâneo merece todos os aplausos da plateia.

Limassol é uma cidade charmosa, que recebe turistas o ano inteiro por conta das belas praias, das ruínas milenares e da gama de opções de lazer. “A noite é animada e a marina é sofisticada, congregando turistas e a elite local”, explica o empresário turco Serdar Antibas, 31 anos. Embora more na Turquia, ele nasceu nas montanhas de Chipre.

Parte do antigo porto local, a moderna e reconfigurada Marina de Limassol é área badalada e de muitos serviços de luxo, principalmente marinhos. Ela reúne confortáveis instalações de hospedagem, restaurantes, spas, academias, lojas, entre outros.

Na velha estrada entre Limassol e Paphos, mantém-se viva a lenda de Afrodite. As ondas, ao quebrarem sobre a imensa rocha de coloração branca, produzem pilares de espuma. Nesse exato momento, acreditam os cipriotas, a deusa ergue-se das águas. Na Praia de Afrodite, a colossal Petra tou Romiou (Pedra dos Gregos, em português) remete à beleza e à fertilidade presenteadas pela deusa a Chipre.

Visitar Paphos significa deparar-se com patrimônios mundiais da Unesco. Fortalezas, palácios e ruínas compõem os marcos históricos da cidade. Os Túmulos dos Reis, principal tesouro turístico, são tumbas subterrâneas esculpidas na rocha, com colunas dóricas, durante o remoto século 4 a.C. Nessa época, a Grécia estava consolidada como principal fonte de cultura do Ocidente.

A Ponte do Amor na cidade de Ayia Napa impressiona pelo cenário de águas
cristalinas e formações rochosas
Foto: Shinedawn/Getty Images

Pôr do Sol na Rocha de Afrodite
Foto: GCShutter/Getty Images

Vista de Nicósia
Foto: Kirillm/Getty Images

Túmulos dos Reis, Paphos, Chipre
Foto: Mahout

Cidade Costeira de Limassol, Chipre
Foto: Lucky-photographer

Ruínas de Kourion, Limassol, Chipre
Foto: Kirill Makarov

Museu Bizantino, Nicósia, Chipre
Foto: Leonid Andronov

Petra tou Romiou, Paphos, Chipre
Foto: Ruzanna

Mesquita Selimiye, Nicósia, Chipre
Foto: Kirill Makarov

Fontes: /revistaestilobb.com.br/viagem/a-terra-de-afrodite/
viagemeturismo.abril.com.br/materias/ilha-de-chipre-passeios-hospedagens-praias-e-mais/

Colaborador(a): Maria Clara Vieira

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA