Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / VOVÔ AMA VOVÓ

A MULHER, O HOMEM E OS CINCO SENTIDOS
publicado em: 24/10/2017 por: Lou Micaldas

A sensibilidade tem papel preponderante no relacionamento amoroso. O sucesso do estímulo sexual está imediatamente ligado a uma vida afetiva satisfatória, quando ambos estão receptivos às sensações do outro.

Os cinco sentidos se manifestam na atração sexual desde o primeiro encontro. E, para que ele se torne duradouro, não devem ser desprezados ao longo do relacionamento, porque o interesse sexual pode se tornar estranho aos órgãos genitais e se desassociar totalmente do clima erótico afetivo.

"O órgão sexual mais importante é o cérebro. Nele é que se inicia a resposta aos estímulos sexuais." É o que afirma o Dr. David Reuben.
O incitamento é percebido pelo cérebro de onde parte um impulso nervoso e se distribui pelos neurônios até chegarem rapidamente aos órgãos sexuais.

Muitos homens se queixam que a mulher é um "bicho complicado". 
Que tal procurar entender, pelo menos um pouco, as mulheres a partir dos seus melindres? Vamos lá: 
Os cinco sentidos, audição, olfato, paladar, tato e visão estão intensamente ligados às relações sexuais.

O cheiro tem a capacidade de fazer a mulher sentir arrepios de tesão; o perfume traz lembranças das emoções mais marcantes. Mas ele pode, também, ser o responsável pela repulsa sexual. Cheiro de homem é muito bom! Mas de homem asseado.

As mulheres são suscetíveis à audição. Elas precisam ouvir que são admiradas e que são desejadas como amantes. O bom parceiro sexual demonstra encantamento e sabe criar situações afetivas pra ganhar a completa entrega da mulher amada.

É sabido que a visão é um sentido poderoso na atração sexual dos homens. Não é à toa que as mulheres se preocupam tanto com a estética pra chamar a atenção de seu parceiro.

Muitos homens não se dão conta de que a maioria das mulheres, por mais que se esforce nas academias e nas clínicas de beleza, não se sente feliz em relação ao corpo.

Então, é importante que os parceiros tenham muito cuidado com as palavras. Qualquer deslize pode inibir a excitação e tornar inviável o ato sexual.

O tato é outro sentido fundamental. É através da manipulação nas zonas erógenas que se expressam as maiores respostas à excitação sexual.

O clitóris é provido de inúmeras terminações nervosas. Quando bem acariciados são responsáveis por orgasmos múltiplos.

Um grande número de mulheres considera o orgasmo clitoriano o mais satisfatório e o mais prolongado. Sem menosprezar, é claro, o prazer da penetração peniana, desde que o orgasmo seja garantido.

Olfato X Paladar

O sexo oral pode levar ambos ao êxtase. Mas também pode se tornar um ponto negativo, quando o homem insiste que a mulher receba o sêmen na boca e o engula. Um número considerável de mulheres gosta do cheiro do esperma, mas não suporta o paladar.

Os estímulos psíquicos, que atuam através do pensamento, das lembranças e de problemas emocionais mal resolvidos, podem impedir tanto a mulher quanto o homem de alcançarem o orgasmo.

Audição X Frustação

Fatores externos como um toque de campainha na porta, ou do telefone, que aparentemente parecem sem importância, podem travar os impulsos e frustrar os pares, impedindo que o ato sexual seja satisfatório.

A memória auditiva pode levar a atração sexual a entrar em declínio. Se a mulher costuma ouvir censuras e vive desprestigiada pela falta, ou pelo pouco diálogo com parceiro, pode sofrer de insegurança afetiva e de baixa auto-estima.
Muitas mulheres se queixam: "meu marido não dá valor a minha opinião, nem presta atenção ao que falo."

Essas queixinhas podem parecer inofensivas, mas causam ressentimento e provocam o distanciamento sexual. Mulheres magoadas com palavras, gestos ofensivos, ou atitudes de desprezo, tornam-se incapazes de sentir tesão. A recíproca é verdadeira. Desgosto e tesão são incompatíveis para se chegar ao orgasmo.

Quando o amor e o respeito coexistem o casal poderá conseguir uma relação sexual saudável e prazerosa ao longo de toda a vida.

Autor(a): Lou Micaldas
Colaborador(a): Revisão: Anna Eliza Führich

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA