Logomarca Velhos Amigos
INFORMAÇÃO / VOVÔ AMA VOVÓ

PIADAS DE MAU GOSTO
publicado em: 08/02/2018 por: Lou Micaldas

O humor usado como gancho para fazer piada sobre sexo e velhice deve ser encarado como ignorância de ambos os assuntos.

Depois de atingir uma certa idade, você descobre que tais piadas não têm a menor graça - disse um homem de 78 anos, reclamando de um determinado programa dito humorístico.

Mas de que se riem? Não tem nada de cômico. Estão rindo da velhice para a qual todos caminhamos? Quadros humorísticos, entrevistadores que usam o falso humor para ridicularizar o sexo dos velhos estão apelando, dissimulando seus próprios medos e conflitos.

É uma forma de fugir daquilo que tanto temem. E toda a plateia cai na gargalhada, participando de forma inconsciente deste medo coletivo.

Estes preconceitos levam homens e mulheres a considerarem obsceno o ato sexual e ridículo o amor na idade mais avançada.

Com pavor da censura, deixam o sexo de lado, acreditando na falsa premissa de que com a idade a sexualidade desaparece e que os velhos se tornam assexuados. Perdem então o encanto pela vida, muitos se tornam rancorosos e desenvolvem uma revolta contra os jovens e a sua maneira de exercer toda a sexualidade, agora liberada.

E são esses mesmos jovens, esses que não admitem que se lhes dê palpite na vida, que se reúnem em torno do velho indefeso e querem governar, apontando-lhes como sintoma de incapacidade mental o fato de quererem namorar, casar.

Fato que, muito ao contrário, atesta capacidade vital, esperança e planos para o futuro. Todas estas características deveriam ser louvadas pelos inseguros e inexperientes jovens do contra.

É preciso saber que quem sonha, quem tem desejo ou um objetivo, tem a promessa de mais vida . A gente só começa a morrer quando pára de sonhar, de planejar.

Quando se tem notícia de que um homem de 80 anos se tornou pai, muitas pessoas fazem caçoada, lançam piadinhas desconfiadas, por quê? Por ignorância. Sexólogos e Geriatras afirmam que homens idosos de 80 anos ou mais, sem limites, podem ter vida sexual ativa desde que não tenham incapacidade física ou emocional.

BELA LIÇÃO

Certa vez a doutora Mary Calderone, autoridade norte-americana em sexualidade, respondia às perguntas de adolescentes em uma escola, em Chicago. Um jovem atirou-lhe três perguntas como se fossem pedradas, hoje seriam ovos: "Qual a sua idade? É casada? Ainda está na ativa?" Toda a classe caiu na gargalhada.

Quando silenciou, a doutora Mary respondeu, tranqüilamente: " - Para a primeira pergunta, a resposta é 64. Para as outras duas é sim". E completou: "Os jovens não detêm o monopólio da sexualidade. Ela nos acompanha por toda a vida".

Esta lição, dada tão singelamente, acompanhará decerto, por toda a vida, os jovens que tiveram a ventura de ouvi-la.

O dr. Reinold, diretor do Lar Hebraico, uma instituição que abrigava 600 pessoas idosas, em Nova York, conta que certa vez escandalizou uma enfermeira.

Veio a moça correndo ao seu encontro para contar-lhe, espantadíssima, que um casal idoso estava fazendo sexo num dos quartos.

- Que é que eu posso fazer? - indagou, aflita.

E o Doutor tranquilamente recomendou:

- Andar nas pontas dos pés para não perturbá-los.

"Talvez eu esteja romantizando, mas a idade avançada pode ser a época de se fazer do sexo uma obra de arte." Assim falou o Dr. Eutler.

Autor(a): Magdalena Léa - Autora do livro "Quem tem medo de envelhecer?"

 

CLIQUE AQUI PARA ENVIAR SUA OPINIÃO SOBRE ESTA MATÉRIA

 

 

 

 

 


VOLTAR
AO TOPO DA
PÁGINA